AS RELAÇÕES ENTRE LINGUAGEM E COGNIÇÃO. POSSÍVEIS REFLEXÕES ACERCA DOS PROCESSOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Emilia Carvalho Leitão Biato, Silas Borges Monteiro

Resumo


Este trabalho é parte de uma pesquisa que pretende mapear diversas concepções que mostram
a relação entre a linguagem e a formação do pensamento, ou mais especificamente de que
modo a linguagem opera na constituição da cognição. Os autores escolhidos para esta
empreitada são: Maurice Merleau-Ponty, Noam Chomsky, B.F. Skinner, Lev S. Vygotsky e
Jean Piaget. Com estes autores, temos relativa segurança de que comparecem para análise as
principais formulações teóricas estabelecidas até o momento. Aqui, são apresentadas algumas
concepções do russo Lev S. Vygotsky. Este autor fundamenta seus estudos em concepções
marxistas e compreende o desenvolvimento humano como histórica e culturalmente
constituído, ou seja, atribui papel fundamental às relações sociais e, especialmente ao diálogo
na constituição da subjetividade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.