Perfil alimentar e nutricional durante a gestação

Antônio Sergio de Araújo GONÇALVES, Elizabeth de Jesus COSTA, Elizangela Oliveira de SOUZA, Estela da Silva CAMPOS, Francileia da SILVA, Adriene Alexandra PAIVA

Resumo


Introdução: A gestação é o período em que as mulheres passam por alterações fisiológicas, metabólicas e endócrinas, que mudam as necessidades nutricionais e também a alimentação materna. O acompanhamento do estado nutricional das gestantes é importante na prevenção de diversas morbidades perinatais, auxiliando no controle do desenvolvimento fetal e contribuindo para a promoção da saúde da mulher. Estudos mostram que o excesso de peso materno é fator de risco para diabetes gestacional, aumento da pressão arterial e outros problemas circulatórios. Os hábitos alimentares são afetados por diversos fatores como cultura, rotina, renda e escolaridade, por exemplo, estes podem ser prejudiciais principalmente a um grupo populacional mais vulnerável, como mulheres no período gestacional. Assim, a nutrição é de fundamental importância para o prognóstico da gestação. O incentivo e a orientação para uma alimentação saudável durante este período são subsídios para a manutenção do peso e a promoção da saúde materna e fetal. Objetivo: Avaliar o perfil nutricional e consumo alimentar em gestantes em acompanhamento pré-natal  em Programa de Saúde da Família (PSF), unidades básicas de saúde (UBS) e Policlinicas: Água Limpa, Vila Arthur, Jardim Imperial, Cohab Cristo Rei, Jardim Marajoara e a Policlínica Dr. Moacir de Dellanes - Jardim Glória da cidade de Várzea Grande – MT. Materiais e métodos:  Trata-se de um estudo transversal, com abordagem qualitativa, realizado com 38 mulheres gestantes de todas as faixas etárias, que estavam em atendimento pré-natal em Programa de Saúde da Família (PSF), unidades básicas de saúde (UBS) e Policlinicas da cidade de Várzea Grande – MT. Foram coletados dados de peso, estatura e o consumo alimentar através do Formulário Marcadores de Consumo Alimentar e realizados o diagnóstico e classificação do estado nutricional através da curva da gestante considerando o peso e a estatura. Resultados: Das gestantes entrevistadas tinham idade média de 27 anos, através da classificação do IMC segundo a idade gestacional, mostram que cerca de 36,8 % estão eutróficas, 15,8% obesas, 29% com sobrepeso e 18,4% com baixo peso. Os dados analisados referentes à pratica de exercícios físicos são de 15,8% das entrevistadas que afirmaram ter realizado atividade física durante a gestação e 84,2% afirmaram não realizar nenhum tipo de atividade física. O consumo de alimentos saudáveis no dia anterior foi de 94,7%, relataram a ingestão de alimentos ricos em carboidratos como arroz, batata e mandioca, 68,4% das gestantes consumiram hortaliças e legumes, as frutas frescas e o feijão ambos foram consumidos por 84,2%. O leite e seus derivados, obtivemos 73,7% de ingestão. Os dados referentes a patologias mostram que 84,2%, estão ausentes de doenças como diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica (HAS). Conclusão: Podemos observar que a maior parte das gestantes está com o peso fora dos padrões de normalidade e apesar de consumirem alimentos saudáveis, há um alto consumo de produtos industrializados com alta densidade energética e pobre em vitaminas e minerais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

ISSN: 2594-6757