ESTADO NUTRICIONAL E CONSUMO ALIMENTAR DE ESTUDANTES DE NUTRIÇÃO INGRESSANTES E CONCLUINTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM VÁRZEA GRANDE-MT, 2019

Arieli Almeida Lara, Crislaine Souza Neves de Lara Pinto, Gessica Bernades Jacob Mendonça, Vanessa Benedita Arruda, Eliana Santini

Resumo


Introdução: Nota-se que o país sofre grande influência em relação aos hábitos alimentares, tendo em vista que cada ser humano tem sua regionalidade e costumes familiares, porém estudantes quando sofrem a transição do ensino médio para superior  mudaram drasticamente seus hábitos, tanto alimentar, quanto de vida. Patologias são cada vez mais frequentes em indivíduos que optam por uma alimentação inadequada e sedentarismo, algo que vem preocupando cada vez mais profissionais da área de saúde. A rotina corrida que vem sendo cada vez mais comum na sociedade e acaba dificultando  a possibilidade de se obter uma alimentação adequada, de qualidade e o hábito pela prática regular da atividade física, algo que interfere de forma significativa em estudantes do nível superior, tendo em vista que muitos estudam e trabalham, sendo assim mal tem tempo de preparar suas alimentações e praticar atividades físicas. Objetivo: O objetivo desta pesquisa foi avaliar o consumo alimentar e as escolhas alimentares em conjunto com o estado nutricional dos ingressantes e concluintes do curso de nutrição de uma instituição privada de ensino superior, Centro Universitário de Várzea Grande- UNIVAG. Materiais e métodos: Participaram da pesquisa, universitários do curso de nutrição de ambos os sexos, maiores de 18 anos, ingressantes e concluintes. Foi avaliado o estado nutricional segundo o IMC e o consumo alimentar pelo marcador de consumo alimentar do sistema de vigilância alimentar e nutricional do Ministério da Saúde por meio de entrevista. Resultados: O estudo foi dividido em dois grupos; ingressantes(23) e concluintes(31). O IMC dos ingressantes ficou classificado como 71% eutrofia, 19,4% excesso de peso e 9,7% magreza, os concluintes  52,2% excesso de peso, 43,5% eutrofia e 4,3% magreza. Diante do consumo alimentar, a tabela 2 ficou dividida em dois grupos, alimentos saudáveis e alimentos não saudáveis, o grupo dos ingressantes tem um ótimo consumo em feijão e leite ou iogurte, os concluintes também tem ótimo consumo em feijão e salada crua sendo estes os alimentos saudáveis consumido, ambos os grupos apresentaram baixo consumo em alimentos não saudáveis. Conclusão: Concluímos então que o grupo dos concluintes do curso, mesmo após receber inúmeras informações sobre alimentação, nutrição e outros conteúdos abordados ao longo da graduação, não resultou em resultados melhores tanto para o estado nutricional como para o consumo alimentar em relação aos ingressantes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

* ISSN: 2594-6757


___________________________

#ORGULHODESERUNIVAG